quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

passagem para o novo ano


Olá,

A cerâmica do passador da ponteira da minha Daiwa Powermesh 2,44 perdeu-se com um lançamento... depois de aconselhado fui à loja onde adquiri (Decathlon Alfragide) e prontamente me devolveram o dinheiro pois já não tinham esse modelo, resolvi fazer um upgrade dentro da marca  mas com características diferentes e passar para a Daiwa Exceler EXF802HFS de 244cm com um peso de 170g e CW de 14-56, tem um bom feeling e espero que traga mais sorte que a anterior.

Ainda falando dos fóruns mais propriamente do http://www.pescacomamostras.com/forum/, continuo sem perceber quais as razões para na actividade tão especifica de pescar com artificiais existir uma exclusividade tão grande, como já disse em todas as actividades onde estou registado em foruns (corrida, triatlo, poker, xadrez, economia/bolsa, golfe, kayak, aquariofilia, geocaching) nunca vi tanta selectividade  para tanta treta e para um conjunto de supostos sábios com tempo disponível para pesquisar coisas na net e fazer copiar/colar e que pensam ser as maiores sumidades da terra, naquela "arte", existem  ainda os "conselheiros técnicos" que têm posts com média de meia linha e a maior parte são com fotos de amostras...

Abraços e boas poupanças em 2011!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

um balanço - ou o estado da pesca


Só em Março deste ano é que comecei com esta dedicação, desde então tenho aprendido muito e pescado pouco.
Na NET - pensei que os fóruns fossem locais de camaradagem em que se partilhavam saberes e conquistas, ando pelas corridas de estrada e pelo poker e nunca assisti ao CINISMO,  à HIPOCRISIA e à FALTA DE ESCRÚPULOS que certos senhores deste mundo praticam. Vou agora contar o que se passou comigo na passada 6ª Feira dia 10-12-2010:
- Estava eu a fazer a minha ronda pelos blogs e deparo-me com um post de uma das referencias da pesca spinning em Portugal, que eu já tinha reparado estar ausente do fórum que eu frequentava (www.pescacomamostras.com), li os já numerosos comentários e reparo que alguns dos comentadores (assinados) tinham sido excluídos do tal fórum, que eu próprio verifiquei ser verdade, resolvi então comentar eu também dizendo algo como:
“Parabéns pelo texto José Pedro!
Eu ainda vou aprendendo e lendo nesses fóruns, a hipocrisia sente-se é um facto, e fico "curioso" com o desaparecimento de pessoas que iam dinamizando a coisa.
Um dos casos que mais me chocou foi um membro que colocou uma foto com um peixe morto de uma determinada espécie de água doce e passado 1 dia esse utilizador já não existia...
Gostaria aqui de salientar o blog de uma pessoa que também desapareceu desse forum e tem feito um trabalho notável no seu blog - Fernando Rodrigues - pescaaoengano.”
Passado muito pouco tempo (ainda durante a manhã desse dia) deixei de ter acesso ao tal espaço, fui logo verificar o meu mail para perceber o que tinha acontecido, não tinha lá qualquer mensagem, enviei mensagem ao administrador para apoio técnico – pois não consegui entrar – e até hoje não tenho qualquer resposta ou justificação.
Realmente, e colocando-me no lugar dos cobardes, é difícil dar uma explicação para algo inexplicável, mas parece que é assim… eu como novato, que pouco contribuí, por isso de pouco me importa se os meus posts e o meu nome e foto por lá andam, chocante é aproveitarem-se dos conteúdos valiosos de alguns e excluírem-nos sem razão e sem explicação, se não tivesse acontecido comigo eu não acreditava e pensaria que se tinha passado algo mais, com mensagens privadas ou algo do género.
CINISMO,   HIPOCRISIA e FALTA DE ESCRÚPULOS – No mesmo local onde se excomunga um membro por fazer pesca de morte ao achigã (algo legal, por sinal) trocam-se receitas para cozinhar robalo, cavala, anchova. Não entendo o porquê da diferença de tratamento entre as espécies, que fique claro que eu não defendo nem uma nem outra. E quando alguém pesca um troféu com "equipamento barato", os comentários a esse equipamento são ignorados (mas isso no golf e no ténis é prática corrente) só os topos de gama de marca é que "trabalham sozinhos". E para finalizar, a atitude de excluir membros sem qualquer explicação...

PS. Será que as T-shirts são boas para limpar as mãos?

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Foruns de pesca na net

É só para dizer que actualizei os links - locais de pesca - e que os meus fóruns de spinning agora são http://pescanooeste.forumeiros.net/forum.htm  e http://forum.jerbey.com/  e se quiserem comentar este post tenham cuidado que "eles andem aí"

Abraços

domingo, 28 de novembro de 2010

Palhaços no Inferno

Squid Fishing diurno em Cascais

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Kayak - uma ante estreia

Tenho andado a com o bichinho do kayak a roer, já me registei no forum e tenho absorvido o máximo de informação possível, não me querendo precipitar adquirindo uma coisa que possa deixar de usar e que fique arrumada lá para casa.
Este fim de semana rumei ao Alqueva, mais propriamente à Amieira Marina no sentido de alugar  um kayak durante o dia inteiro, andámos mais de seis horas, entre paragens e piquenique a cana não faltou e locais potenciais também não faltavam.
Os bichos não quiseram aparecer... só um Júnior esfomeado (engoliu o vinil todo...) é que veio salvar a grade que se aproximava :)
cana: Shimano Catana BX spinning 1,80
carreto: "linha branca" caperlan
linha: Sufix Duraflex 0,23  - 4,9 Kg
amostra:
Zoom Curly Tail Worm  (Watermelon Seed) em Texas Rig


Foi mais um passo nesta dedicação...


Abraços e boas fainas,

sexta-feira, 16 de julho de 2010

canas - como saber qual é? (para guardar)

Por aqui podemos converter a potência da cana para as medidas que todos nós conhecemos e não aquela coisa esquisita dos americanos (com nome de feiticeiro):


Abraços e boas fainas,

domingo, 4 de julho de 2010

um momento pop



Para quem é novo nestas lides, quase tudo o que acontece é uma primeira vez, desta foi com um popper.


Durante as minhas férias (sim, já despachei metade), fiz um breve passeio de bicicleta no local onde estava e resolvi levar a mochila com a cana e uma caixa com amostras rígidas. Chegado ao local resolvo usar uma clássica rapala e em homenagem faço o nó com o mesmo nome (abdicando do clip e armando-me em pró…), farto-me de fazer capturas de erva aquática e resolvo fazer o nó com um popper da decathlon e treinar a utilização desta técnica, coloco-me a favor do vento e lanço para longe para poder animar durante mais tempo – animação que faço é: queda na água esperar uns 5 segundos depois efectuar puxões cada vez menos espaçados – à terceira passagem um verde bass ataca, saindo da emboscada debaixo da vegetação e confirmo que a adrenalina aumenta e bem, depois foi trazê-lo até à margem, fotografar e libertar.


De seguida mais uns lançamentos e voltar à bicicleta pois aproximava-se a hora de mais um jogo do mundial.
cana: Shimano Catana BX spinning 1,80
carreto: "linha branca" caperlan
linha: Sufix Duraflex 0,23  - 4,9 Kg
amostra: popper caperlan


Abraços e boas fainas,

domingo, 27 de junho de 2010

Pego do Altar

Ali perto de Alcácer... achei muito mal cuidada, cheia de lixo e com poucos locais na margem



quinta-feira, 24 de junho de 2010

Praia da Ingrina

Local fabuloso na costa vicentina





sábado, 19 de junho de 2010

Santa Clara

Antes de existir o Alqueva era a catedral da pesca ao bass.


sábado, 29 de maio de 2010

a primeira que foi de vez



Quando em Março passado me comecei a interessar pela pesca com amostras, pouco sabia o que era um achigã e penso que o que tenha visto mais de perto foi no Fluviário de Mora há uns dois anos e sem lhe prestar demasiada atenção.
Com o vicio a subir desde essa altura, e após diversas grades no mar graças à inexperiência e às experiências, tinha decidido logo no início desta semana que este sábado iria fazer a minha primeira experiência em águas interiores em busca do verde bass, fiz cerca de 100 km e por volta da 8:30 já estava a fazer o nó no anzol, ter vislumbrado carcaças de lagostim deu-me a certeza que os vinis em Texas seria a opção ideal para começar.
Primeiro foi a imitação do crustáceo de água doce, mas como podem ver pelas fotos a água estava muito turva, a minha versão da YUM não dava muito nas vistas, estava quase camuflada, então peguei no Ribbontail 6” também da YUM (parece castanho, mas é bastante “holográfico” em tons de violeta) e logo nos primeiros lançamentos pareceu-me sentir um toque, continuei a lançar para o mesmo sitio  - e lá estava ele!!! esta foto é logo após a ferragem…

Depois tentei levá-lo por dentro de água até chegar perto do xalavar e depois rapidamente tirei o anzol e fui tirando as fotos que podem ver, para o devolver logo de seguida.




Depois estive a percorrer todas as caixas de amostras e nada mais há a contar, apenas que estou muito feliz, logo na primeira vez conseguir uma captura (de tamanho razoável).

cana: Shimano Catana BX spinning 1,80
carreto: "linha branca" Caperlan
linha: Sufix Duraflex 0,23  - 4,9 Kg
amostra: YUM Ribbontail 6” chameleon 


Abraços e boas fainas,

segunda-feira, 1 de março de 2010

o primeiro

- Dedica-te mas é à pesca!

É o que costumam dizer quando não temos muito jeito para uma determinada coisa.
Tal como a maior parte dos leitores, também eu tinha aquela ideia feita de que a pesca é "uma seca" e que é preciso ter muita paciência para estar ali parado a olhar para a cana.
Mas recentemente descobri uma modalidade que me fez pensar de maneira diferente e ficar de certo modo "viciado"
É dessa modalidade que vou falar aqui - a pesca spinning com amostras
Abraços,